PROJETOS SOCIAIS


A área de Projetos Sociais promove diversas atividades - visitas especiais às exposições, ciclo de palestras e apoio à itinerância de exposições do museu, entre outras - voltadas à inclusão dos segmentos menos privilegiados de nossa sociedade.

Em consonância com a área educativa, atende a crianças e jovens de creches comunitárias, alunos de cursos de alfabetização, profissionalizantes e de pré-vestibulares comunitários.
Outra vertente da área de Projetos Sociais é o atendimento aos idosos, sobretudo carentes, seja para a visita às exposições em cartaz, seja para eventos específicos, especialmente preparados para eles.
A área atende, ainda, portadores de necessidades especiais.

Pessoas em processo de reintegração social (ex-drogados, egressos, menores, adultos e idoso em situação de risco social, população de rua, etc.) são também o público alvo da área de Projetos Sociais.

A área de Projetos Sociais tem a preocupação em também contribuir para debate e a divulgação de temas importantes para construção de uma sociedade cada vez mais inclusiva e justa com seus cidadãos, assim como aprimorar a formação de estudantes e profissionais que atuam em projetos sociais. Dessa forma, instituiu o projeto "Parceria em Ação", que promove regularmente palestras com temas diversos (educação prisional, direitos humanos, violência doméstica, cooperativismo e solidariedade, cidadania plena, educação ambiental, terceira idade, estado laico, em busca da cidadania, entre outros), incluindo sempre uma de interesse direto para a terceira idade e ligada à comemoração do dia do Idoso.

Mais informações através do telefone 21-32990339 ou do email projetossociaismhn@gmail.com



ATIVIDADES RESUMO DESCRITIVO

"Ser Cidadão Digital"
A Associação Ser Cidadão, em parceria com o Museu da República e Museu Histórico Nacional, mantém desde 2005 o curso "Ser Cidadão Digital" vem beneficiando centenas de pessoas. Vagas foram também disponibilizadas para prestadores de serviços do MHN, das áreas de Serviços Gerais e de Segurança.

"Um Novo Mundo"
Visando contribuir para divulgar a exposição "Um Novo Mundo, Um Novo Império: a corte portuguesa no Brasil - 1808 - 1822" junto ao maior número possível de brasileiros, a área de projetos sociais organizou, entre março e junho de 2008, a visita de inúmeros grupos ligados à educação não formal, tais como cursos de alfabetização de adultos e jovens e de pré-vestibular comunitário.

"II Encontro para Educadores "
Com o apoio do Museu Histórico Nacional, foi realizado no Auditório do Museu em 13 de junho de 2008, o "II Encontro para Educadores do Estado do Rio de Janeiro do Centro de Integração Empresa Escola-CIEE". A coordenadora técnica do MHN, Ruth Beatriz Caldeira de Andrada, abriu o encontro.

"Preparando-se para Conquistar seu Emprego"
Numa parceria com a Associação Ser Cidadão, foi promovido, de 01 a 30 de outubro de 2007, o curso "Preparando-se para Conquistar seu Emprego", ministrado pelos psicólogos Jussara Fonseca e Jayme Pessoa Neto, com o objetivo de auxilar os jovens a ingressarem no mercado de trabalho. No programa: comunicação Verbal - oral e escrita -, comunicação não verbal, empreendorismo, mercado de trabalho e marketing pessoal.

"Encontro de Profissionais"
Visando contribuir para melhor a qualidade de vida na terceira idade, foi realizado em 26 de outubro de 2006 o "Encontro de Profissionais: Vivências para um bom envelhecer", reunindo os seguintes palestrantes: Dra. Fatima dos Santos, gerontóloga; Prof. Arimar Ferreira, coordenador de Oficina de Arterapia do Programa de Extensão da Universidade Federal Fluminense e a Profa. Sandra Rabelo, da Universidade Para Terceira IDADE - UNATI. Apresentação, ainda, do grupo teatral Mosaico, com as peças "O Espantalho", de Lucilia Couto, e "A Tigela de Madeira", de Sílvio Porto Beltrão.

"Encadernando Idéias"
Numa parceria da Associação Ser Cidadão, Arquivo Nacional e Museu Histórico Nacional, que contou com o patrocínio da Gerdau, foi realizado no segundo semestre de 2006 o curso "Encadernando Idéias". Através desse curso, 25 jovens tiveram a oportunidade de entrar em contato com as diversas técnicas de encadernação, além de reforço escolar, noções de informática e extensa programação cultural.

"Ouvir e Ver: Contando Histórias no Museu"
Numa parceria da área de Projetos Sociais do Museu Histórico Nacional e da Universidade Estácio de Sá, o projeto "Ouvir e Ver: Contando Histórias no Museu" promove todo o primeiro sábado do mês atividades de lazer nas dependências do MHN. O dramaturgo, poeta e professor do curso de Pedagogia e Letras da Universidade Estácio de Sá, Jenesis Genuncio, capacitou alunos voluntários de 2006 para atuarem no projeto como contadores de histórias, todas baseadas no vasto acervo do Museu.

Aluno do MHN recebe diploma
Patrocinado pela Associação Ser Cidadão em parceria com os Museus do Folclore, Histórico Nacional e da República, foi realizado em 2005 o curso "Ser Cidadão Digital". Funcionários e prestadores de serviços do Museu Histórico Nacional tiveram a oportunidade de participar do curso.

Alunos de música
Alunos de música do Instituto Pão de Açucar visitam as exposições do Museu e assistem a concerto do projeto "Música no Museu", no âmbito do projeto lazer cultural para jovens.

Jovens atendidos pela Associação Ser Cidadão
Numa parceria com Museu da República, Laboratório Social do Jardim Botânico, Universidade Estácio de Sá, Fundação Ford e Eletrobrás, foi comemorado no Museu Histórico Nacional no dia 25 de novembro de 2005, o 3º aniversário da Associação Ser Cidadão, responsável pela realização de inúmeros cursos profissionalizantes para jovens de comunidades carentes.

Mundo do Trabalho
A parceria entre a Associação Beneficente São Martinho e o Museu Histórico Nacional comemora em 2005 dez anos de atividades conjuntas no âmbito do projeto "Mundo do Trabalho", curso que prepara jovens para a inserção no mercado de trabalho. Desde 1995, 471 jovens, de 15 a17 anos, já passaram pelo Museu Histórico Nacional para a vivência prática em seus diversos setores.

Terceira Idade em lazer cultural
Idosos atendidos pela Casa Emilien Lacay/Cruzada do Menor visitam as exposições do MHN e assistem ao concerto do projeto "Música do Museu" em 26 de setembro de 2005, graças ao apoio do 3º Comando Aéreo Regional através da cessão de ônibus. A atividade integra o projeto de lazer cultural para a terceira idade.

"Encontrão"
A Associação Ser Cidadão, o Museu da República, o Museu Histórico Nacional e o Instituto Jardim Botânico promovem anualmente desde 2002 o projeto "Encontrão", visando reunir todos os jovens que participaram dos cursos profissionalizantes e projetos realizados no âmbito da parceria entre essas instituições em atividades lúdicas (sorteios de brindes, teatro, palestras ) e de cidadania (inscrição para estágios, abertura de e-mails, encaminhamento para cursos e empregos).

MHN e o Grupo Renascer na Tradição
O MHN e o Grupo Renascer na Tradição uniram-se para promover, no dia 22 de outubro de 2004, das 13 às 18h, a “VI Jornada de Políticas Públicas com vistas à melhoria da Qualidade de Vida da 3ª Idade”cujo tema central é “Quatro Horas para Pensar, Compreender, Participar e Agir. Ação de ajuda voluntária, contando com a participação de grandes especialistas e técnicos, estudiosos da causa do idoso e de renomado saber.

Técnicas de Vendas e Negociação
Com o patrocínio da Ford Foundation, a Ong Ser Cidadão e o MHN promovem de maio a dezembro de 2004 o curso "Técnicas de Vendas e Negociação". Ministrado pelo Galpão de Cidadania do SENAC, o curso atende a 25 jovens em busca de uma oportunidade profissional.

Qualidade no atendimento
Patrocinado pela Secretaria do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro, numa parceria com o Ministério do Trabalho, FAT, Planfor e CESOP/Centro de Estudo Sociopsicanalíticos, o MHN promoveu de 25 de novembro a 06 de dezembro de 2002 o curso "Qualidade no Atendimento ao Público-Cidadão", destinado a jovens interessados no aperfeiçoamento profissional.

Novo Curso
Patrocinado pela Secretaria Estadual do Trabalho do Rio de Janeiro, numa parceria com o Ministério do Trabalho, FAT, Planfor e Casa Alto da Lapa, o MHN promoveu, de 3 a 14 de junho de 2002, o curso "Formação de Monitores da Cidadania Para Comunidades", destinado a jovens de 16 a 30 anos, interessados no aperfeiçoamento profissional.

Novo Curso
Patrocinado pelo BNDES, numa parceria com a Associação dos Amigos do MHN e Arnaldo Danemberg Antiquário, o MHN promove, de setembro a dezembro de 2001, o curso "Profissionalizando o Futuro", destinado a jovens de 15 a 20 anos, interessados na aprendizagem dos ofícios de empalhador e lustrador de mobiliário.

Novo Curso
O curso "Lustrando o Nosso Passado e Conhecendo a Nossa História", patrocinado pela Comunidade Solidária, numa parceria com a Associação dos Amigos do Museu Histórico Nacional, ensina, de março a agosto de 2001, a 30 jovens entre 15 e 18 anos o ofício de lustrador de móveis.

"Semeando a História"
O projeto "Semeando a História" é patrocinado pela Comunidade Solidária, numa parceria com a Associação Beneficente São Martinho, o MHN promoveu, de julho a dezembro de 1999, o curso " Semeando História: Iniciação à Jardinagem", destinado a jovens entre 15 e 18 anos, interessados em aprender um ofício de boa aceitação no mercado, praticando nos jardins do Museu.

Curso de Empalhador
Patrocinado pela Comunidade Solidária, numa parceria com o Museu da República e a Cruzada do Menor, o MHN promoveu, de julho a dezembro de 1998 o curso "A Palha no Mobiliário - História e Conservação - Ofício Empalhador", destinado a jovens entre 15 e 18 anos, interessados em aprender um ofício de boa aceitação no mercado, uma vez que os velhos artesãos estão se aposentando ou falecendo sem deixarem sucessores. O curso incluiu o aprendizado de técnicas de empalhamento, noções de conservação e história do mobiliário no Brasil, dando a oportunidade ao jovem aprendiz de vivenciar este ofício numa instituição cultural, entre as quais o próprio MHN que dispõe de importante acervo de mobiliário.

"Meninos do Rio"
O MHN está participando, com quatro jovens guias, do Projeto "Meninos do Rio", promovido pelo Governo do Estado, através do CEI - Centro de Educação Integral, com o apoio da UNICEF e RIO-SUL Linhas Aéreas. Com o objetivo de aumentar a oferta de oportunidades para a juventude carioca, meninos e meninas do projeto estão sendo preparados para fornecer informações aos visitantes dos principais museus e monumentos da cidade. Os serviços prestados são gratuitos e cada guia-mirim trabalha quatro horas por dia e recebe um salário mensal patrocinado pela RIO-SUL.

Lazer Cultural para menores carentes:
O Museu recebe, semanalmente, menores de ruas, entre 7 e 17 anos, que estão em processo de socialização pela Associação Beneficente São Martinho, para atividades de lazer. Através de atividades lúdicas, exibição de vídeos, visita às exposições, lanches e sorteio de brindes, estas crianças têm acesso a uma outra realidade, auxiliando na aquisição de novos valores.

O Mundo do Trabalho:
O Museu abriga curso da Associação Beneficente São Martinho que visa preparar o jovem carente para ingressar no mundo do trabalho como mensageiro, digitador, etc. O menor, que deve estar frequentando a escola regularmente, passa por período de estágio e, após rigorosa avaliação, é encaminhado a uma empresa do porte da Light e Eletrobrás.

Jardinagem e outros cursos:
Em parceria com instituições como a Cruzada do Menor, o Museu oferece a jovens carentes cursos especializados, como jardinagem, empalhador ou reciclagem de papel.

Terceira idade:
Atividades especialmente preparadas para a terceira idade vem transformando o Museu em aprazível local de encontro e confraternização para este segmento da sociedade.

Projetos Especiais:
Palestras, participação em exposições e eventos específicos democratizam, cada vez mais, o espaço do Museu: treinamento de garis da Comlurb, exposição com legendas em braille para deficientes visuais, palestra de veteranos da FEB para crianças, encontro de colecionadores de carros antigos, etc