LABORATÓRIO DE CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO

ACERVO E CONSERVAÇÃO

VOLTAR



Laboratório de Conservação e Restauração

As peças que integram o acervo do Museu Histórico Nacional são rotineiramente vistoriadas pelos técnicos das diferentes áreas que as abrigam, áreas que também se responsabilizam pela avaliação do estado de conservação dos acervos arquivístico, bibliográfico, museológico e numismático.

Os objetos que se encontram em exposições permanentes ou temporárias são periodicamente higienizados, a partir do trabalho da Oficina de Conservação. Existe no setor um cronograma que possibilita um rodízio de peças, de maneira que ao terminar a higienização dos objetos existentes na última sala imediatamente o trabalho seja recomeçado na primeira delas.

Tendo em vista o número e a diversidade do acervo, o Museu conta também com seis Oficinas de Restauração: Pintura, Madeira, Cerâmica, Obras em Suporte Papel, Livros e Têxteis. Com exceção das duas últimas, todas as outras já receberam o apoio da VITAE - Apoio à Cultura, Educação e Promoção Social e tiveram seus espaços físicos, equipamentos e mobiliários revitalizados.

Graças ao trabalho realizado nessas Oficinas foram possíveis as restaurações de peças importantes, como as pinturas de grandes proporções intituladas "Combate Naval do Riachuelo" e "O Último Baile da Ilha Fiscal", a escultura eqüestre de D. Pedro II, bem como exemplares da coleção de meios de transporte terrestres, entre os quais cadeirinhas de arruar, liteiras, seges, traquitanas e berlindas de aparato.

Ainda com o apoio da VITAE, foi totalmente recuperado o painel de Carlos Oswald, fixado ao teto da Biblioteca, e está sendo tratada importante coleção documental, a Wanderley Pinho.





Conheça as restaurações realizadas pelo Museu Histórico Nacional


• Equipamentos e instalações

• Combate Naval do Riachuelo

• Escultura eqüestre

• Acervo documental

• Tela de Carlos Oswald

• Berlinda de aparato de D. Pedro II

• Automóvel Protos

• D. Pedro II e D. Teresa Cristina

• Berlinda Vermelha

• Escultura de D. Pedro I